9gag:

The world’s quietest room

Desde que fiquei sabendo desse lugar, numa tradução para o Giz há um ano, tenho curiosidade de entrar lá.

f-ckyeah1990s:

Bill Gates and Steve Ballmer acting like the Night at The Roxbury guys for a microsoft commercial…
f-ckyeah1990s:

Bill Gates and Steve Ballmer acting like the Night at The Roxbury guys for a microsoft commercial…
f-ckyeah1990s:

Bill Gates and Steve Ballmer acting like the Night at The Roxbury guys for a microsoft commercial…
f-ckyeah1990s:

Bill Gates and Steve Ballmer acting like the Night at The Roxbury guys for a microsoft commercial…

f-ckyeah1990s:

Bill Gates and Steve Ballmer acting like the Night at The Roxbury guys for a microsoft commercial…

(via fuckyeah1990s)

Terceirizamos nossos olhos para telas brilhantes.

(via Thoughts by Sam)

onminimalism:

Collect moments not things.

Apenas uma pergunta, Google: por quê?

Não adianta chorar, espernear, nada disso: o Google Reader vai acabar. Este texto é uma visão geral sobre a origem, o papel e a (falta de) importância do Reader para o Google.

Sentiremos falta, mas o Reader deixa um espaço que, com sorte e muito trabalho, será ocupado por alguém mais interessado e comprometido.

Ou seja, todas as pessoas, os planetas, as galáxias, as estrelas, os rios, os oceanos, as nebulosas, a Scarlett Johansson, as montanhas, os vulcões, absolutamente tudo de tudo que existe nasceu de um desequilíbrio, uma imperfeição. Então, a nossa busca constante pelo controle, pela perfeição, é uma jornada que vai contra o próprio processo que nos trouxe aqui.

Daqui.

Há um ano compartilhei esse trecho no Facebook e, ontem, o Timehop me lembrou dele. Vale o repeteco.

O Posthaven é para qualquer um, mas não é gratuito. Ele é pago, mas com o objetivo de manter o conteúdo e o site online para sempre. Estamos cogitando nos transformarmos em uma empresa sem fins lucrativos para validar essa ideia. Não estamos nessa para sermos o próximo Mark Zuckerberg aqui — nós apenas amamos criar software para as pessoas. Ele é direcionado a gente normal, exatamente como o Posterous era, e no fim das contas queremos ser um lugar clean e bem iluminado para todas as pessoas e seus pensamentos, lembranças, ideias e conteúdo multimídia.
Garry Tan, co-fundador do Posterous e, agora, do novo Posthaven, falando sobre a sua nova cria no Quora.